Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA

Búsqueda general:
Formato:
Cantidad a desplegar: Orden ascendente: 
Búsqueda por diccionario:
Cantidad a desplegar:
Alianza SIDALC
1 / 1 Seleccione referencia / Select reference

Signatura:CNPF (TS0026)%CNPSO (39/79)
Autor: HOMECHIN, M.
Título: Avaliacao da patogenicidade de tres isolados de Cylindrocladium clavatum Hodges & May em arvores de Pinus caribaea Morelet var. hondurensis Barret & Golfari e Pinus oocarpa Shiede..
P.imprenta: Piracicaba: ESALQ, 1979.. 43p..
Contenido: O presente trabalho teve por objetivo determinar a causa primaria de uma podridao de raizes de arvores de especies de Pinus tropicais, avaliar a suscetibilidade de P. caribaea var. hondurensis e P. oocarpa ao fungo Cylindrocladium clavatum e verificar a variacao na patogenicidade entre isolados do referido fungo. Tres experimentos, em periodos distintos, foram conduzidos em condicoes de campo, em um talhao de Pinus oocarpa e outro de P. caribaea var. hondurensis, ambos com seis anos de idade, implantados em solo de cerrado no municipio de Monte Carmelo, MG. Para os testes de patogenicidade utilizaram-se tres isolados de C. clavatum de diferentes procedencias: a) tecido de raiz doente de P. oocarpa plantado em Pirapora%MG (Isolado 1)%b) rizosfera deraizes sadias de P. caribaea var. hondurensis plantado em Monte Carmelo%MG (isolado 2)%c) solo virgem de cerrado desmatado tambem da regiao de Monte Carmelo, MG (isolado 3). O fungo foi inoculado atraves da colocacao de um disco de agar contendo micelio do mesmo, em orificios feitos com um vasador cilindrico, na casca de raizes laterais, em diferentes pontos ao longo da raiz. A protecao dos pontos de inoculacao foi feita recolocando-se o disco de casca nos orificios inoculados, com posterior cobertura das raizes com solo do local. O desenvolvimento das lesoes foi avaliado aos 80 dias da inoculacao para os experimentos 1 e 2 e aos 150 dias para o experimento 3. As avaliacoes do desenvolvimento das lesoes foram feitas pela determinacao de um indice de lesao (comprimento x largura) expresso em cm2. A extensao da colonizacao dos tecidos foi tambem avaliada atraves do plaqueamento de fragmentos de tecidos coletados a diferentes distancias da margem da lesao, no sentido do comprimento da raiz. O resultados obtidos demonstraram que: a) o fungo C. clavatum e agente causal de podridao de raizes em arvores de Pinus caribaea var. hondurensis e P. oocarpa%b) as especies de Pinus testadas foram igualmente suscetiveis ao fungo%c) os tres isolados do fungo foram patogenicos as duas especies de Pinus testadas. Ocorreram diferencas na patogenicidade entre os isolados, sendo que o isolado obtido de tecidos de raizes doentes foi o mais patogenico quando comparado com os outros dois%d) quanto a colonizacao dos tecidos ewplo fungo foi detectada a presenca do mesmo nos tecidos adjacentes a lesao a distancias maximas, variando de 0,5 a 1,5 cm e 0,5 a 2,0 cm, dependendo do isolado para os experimentos 1 e 2, respectivamente. O isolado 1 foi tambem o mais patogenico quanto a extensao da colonizacao dos tecidos%e) o periodo mais favoravel ao desenvolvimento da doenca (8 de dezembro de 1978 a 28 de fevereiro de 1979) foi aquele em que ocorreram as mais altas temperaturas de solo, maior precipitacao pluviometrica e a mais elevadas porcentagens de umidade do solo.
Descriptores: Fitopatologia%Arvore%Doenca%Fungo%Pinus caribaea var. hondurensis%Pinus oocarpa%Cylindrocladium clavatum%Brasil%Minas Gerais%Phytopathology%Tree%Diseases%Fungus%Fungi%Brazil.

     


Total de registros: 1 BD ACERVO Ayuda MegaBase Agropecuaria Alianza SIDALC